quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Diplo Farrajota

A minha resposta, em BD, à edição portuguesa do Le Monde Diplomatique, às questões sobre os intelectuais devem ou não intervir civicamente em nome de uma causa... Já está à venda nas bancas mais civilizadas do país.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Rui Eduardo Paes : "Orelha Perdida de Van Gogh : música e Multimédia" (Hugin; 1998)

 E passados seis anos finalmente encontrei a Orelha Perdida de Van Gogh (ó ironia de frase), o livro que me faltava do Rui Eduardo Paes, o seu segundo título da "fase Hugin". Demorou mas como ainda há livrarias à séria nesta Lisboa Disneyficada - chama-se Linha de Sombra e fica dentro da Cinemateca, passe a publicidade merecida.
Neste livro temos como sempre o REP sempre em grande forma e indo a tudo e a todos - Marilyn Manson incluído - sem pestanejar, do Noise ao Jazz, do Improv ao Rock... Estou tão contente de ter a bibliografia do "maior crítico de música" em Portugal. O que soa a uma bazófia brouhaha para vender livros mas não, este é o gajo que escreve com bravura, inteligência e amplitude para todos que gostam de música. Os outros é que são babelas, cãezinhos das editoras, das circustâncias e favores sociais. O REP é que é!
Raios! Devia ter esperado a leitura disto antes das férias...