sábado, 21 de fevereiro de 2009

Album cover up (your ass)


Paul Mauriat & His Orchestra: Love is still blue (Phillips; 1976)
v/a: Stay Awake, Various interpretations of Music from Vintage Disney Films (A&M; 1988)

Devia ter desconfiado pela capa que este disco do Mauriat era mais plástico. É assim: um disco de Easy-listening com uma capa sem loiroca ou morena com ar sonhador não é disco de Easy. Um avião numa capa com as três cores da bandeira da França só podia ser mau. É um disco mais "Funky" e "Disco" do que os outros do Mauriat que costumam ser eram orquestrações da treta de música Pop - mas boa treta, percebem? Metade deste disco é feito de originais de Mauriat, erro fatal? Devia ter observado melhor o disco... e sobretudo devia ter comprado aquele com a loiroca ao sol a sorrir para mim na loja da Emaús na Rua do Almada, no Porto. Fui ainda mais estúpido do que o habitual...
Em compensação no Feira da Vandoma - ainda me lembro à muito tempo tentar perceber como se chamava a "Feira da Ladra do Porto" com um portuense típico a debitar "Bandômma" - encontrei a 1,5€ o disco de homenagem às músicas da Disney produzido por Hal Willner, um tipo que dedicou a discos de homenagens (como a Mingus ou a Kurt Weill) misturando personagens do mundo da música à partida pouco habituais entre si.  Neste caso a interpretar músicas da Disney vamos encontrar gente como Ken Nordine (um senhor da spoken-word), Bill Frisell e Wayne Horvitz (colaboradores de John Zorn), Los Lobos, Was (Not Was), Suzanne Vega, Michael Stipe (dos R.E.M.), Tom Waits, Yma Sumac, The Replacements entre outros, e ainda Sun Ra e a sua Arkestra - o que não é bem de admirar porque Sun Ra desde os anos 70 usava trechos de bandas sonoras da Disney em concertos (e em discos), todos colados em meddleys. E quem ganha aqui? Nordine, Frisell, Horvitz, Waits, Sumac e Sun Ra porque tem uma postura mais para a frente - é malta de vanguarda, carago! O resto fica-se por interpretações limpinhas mesmo que sejam bamboleantes como a dos Lobos ou Buster Pointdexter ou doce-irónicas como Someday my prince will come pela Sinead O'Connor - que deu maus resultados, como bem se sabe, passado quatro anos, o Príncipe Encantado não apareceu ela foi rasgar a foto do Papa para a TV! 
Não é mau de todo o disco mas podia ser melhor, agora-agora, uma adivinha, qual é o filme que o Tom Waits pegou para fazer a sua versão? É fácil, se o Sun Ra fez a do Dumbo...

3 comentários:

andré lemos disse...

cá para mim devia ser o Pinóquio! se acertar o que é que ganho?

BRUNO disse...

bambi!

mmmnnnrrrg disse...

nã e nã!
o pinóqui é o Nordine com o Frisell e Horvitz...
e o Bambi nem aparece por estas bandas!!!